Dica de filme – benchmarking

A utilização de filmes de cinema como recurso para a aprendizagem e desenvolvimento pessoal é uma prática que permite a expansão das fronteiras do ensino. Uma vez que você prestou atenção no que cada cena pode oferecer é impossível não percebê-la.

Selecionamos e indicamos o filme 72 horas sobre o qual segue a sinopse e a descrição da cena relativa à abordagem do benchmarking de processo.

Sinopse

John Brennan (Russell Crowe) é um professor universitário que leva uma vida perfeita, até sua esposa Lara (Elizabeth Banks) ser acusada de ter cometido um crime brutal. Ela jura que não é a autora do crime. Após três anos de recursos judiciais sem sucesso, John percebe que o único meio de ter sua esposa de volta será tirando-a da prisão. Ele tem apenas 72 horas para elaborar o plano e executá-lo.

Descrição da cena indicada

Este filme, embora fora do contexto organizacional, ilustra muito bem o benchmarking de processo, o que garantiu o sucesso da empreitada dos personagens principais. No filme identificamos a procura de uma referência no assunto, no caso fuga da prisão, um encontro entre os personagens John (Russel Crowe) e um ex-prisioneiro (Liam Neeson) que escapou inúmeras vezes da prisão e uma entrevista na qual todos os detalhes necessários para o êxito são revelados. Nesse encontro o ex-prisioneiro ilustra com sua experiência os fatores críticos para o sucesso da fuga. Nas cenas finais podemos ver a superação de todas as etapas criticas, uma vez que já estavam previstas.

Apenas uma ressalva cabe aqui, em uma visita de benchmarking não há a cobrança como ocorreu na situação explorada no filme.

Ficha Técnica do Filme: The Next Three Days • Título da tradução brasileira: 72 horas • Gênero: Suspense, Ação • Ano (EUA): 2010 • Produção: Hwy 61/Lionsgate • Direção: Paul Raggis • Atores principais: Russel Crowe, Elizabeth Banks • Duração: 123 minutos.

Deixe uma resposta